UseRH

julho 19, 2023

Descubra o que é Presenteísmo e como o RH pode combatê-lo

O presenteísmo é um dos desafios enfrentados pela gestão das empresas.
presenteísmo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O presenteísmo é um dos desafios enfrentados pela gestão das empresas. Embora estejamos familiarizados com o conceito de absenteísmo, onde os funcionários faltam ao trabalho, o presenteísmo se refere a uma situação em que os colaboradores estão fisicamente presentes, mas não totalmente engajados ou produtivos. Esse fenômeno pode ter consequências prejudiciais para os profissionais e as organizações como um todo.

Neste artigo, exploraremos o que é presenteísmo, seus impactos negativos e como o setor de Recursos Humanos pode desempenhar um papel fundamental no combate a esse problema. Acompanhe!

O que é presenteísmo?

O presenteísmo é um termo usado para descrever o comportamento de funcionários que comparecem ao trabalho, mas não estão realmente produtivos ou engajados. É a tendência de estar fisicamente presente no trabalho, mas ser ineficiente ou menos produtivo devido a distrações, problemas de saúde, falta de motivação ou qualquer outra razão que afete negativamente o desempenho no trabalho.

O presenteísmo pode ser prejudicial tanto para os profissionais quanto para as organizações. Para os funcionários, pode levar ao esgotamento, falta de motivação e insatisfação no trabalho. Para as empresas, resulta em baixa produtividade, menor eficiência e impacto negativo nos resultados financeiros.

É importante que as organizações estejam cientes do presenteísmo e busquem promover um ambiente de trabalho saudável e engajador, oferecendo suporte aos funcionários, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, incentivos adequados e oportunidades de crescimento e desenvolvimento. 

Além disso, conscientizar os funcionários sobre a importância da produtividade e do engajamento no trabalho também pode ajudar a reduzir o presenteísmo.

Quais são os perigos do presenteísmo?

O presenteísmo no ambiente de trabalho apresenta diversos perigos e desafios tanto para os indivíduos quanto para as organizações. Aqui estão alguns dos principais perigos associados ao presenteísmo. Acompanhe!

Queda na qualidade do trabalho

Quando os funcionários estão presentes, mas não estão engajados ou focados em suas tarefas, a qualidade do trabalho pode ser comprometida. A falta de atenção e dedicação pode levar a erros, omissões e diminuição da qualidade dos produtos ou serviços entregues.

Aumento dos erros

A falta de concentração e comprometimento no trabalho devido ao presenteísmo pode levar a um aumento nos erros cometidos pelos funcionários. Isso pode ter consequências negativas para a precisão, eficiência e segurança das operações comerciais.

Impacto negativo na saúde mental e física dos colaboradores

O presenteísmo pode ter um impacto significativo na saúde dos colaboradores. O estresse crônico, a falta de motivação e o desgaste emocional podem levar a problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão e esgotamento profissional. Além disso, a falta de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e o não cuidado adequado da saúde física podem resultar em problemas de saúde mais graves.

Aumento do estresse

O presenteísmo pode criar um ambiente de trabalho estressante. Os funcionários podem se sentir sobrecarregados, desmotivados ou incapazes de cumprir as demandas e expectativas do trabalho. O estresse prolongado pode afetar negativamente a saúde, o bem-estar emocional e a satisfação geral dos colaboradores.

Risco de esgotamento profissional

O presenteísmo crônico, combinado com altos níveis de estresse e insatisfação no trabalho, pode aumentar o risco de esgotamento profissional. O esgotamento é um estado de exaustão física, emocional e mental resultante de um longo período de estresse relacionado ao trabalho. Isso pode levar a uma diminuição do desempenho, desengajamento e até mesmo problemas de saúde mais graves.

É importante que as organizações estejam atentas aos sinais de presenteísmo e adotem medidas para promover um ambiente de trabalho saudável, incentivar a produtividade, cuidar do bem-estar dos funcionários e oferecer suporte adequado quando necessário.

Quais são as possíveis ações do RH para evitar o presenteísmo?

O RH tem papel fundamental no combate ao presenteísmo. Separamos algumas ações para você implantar na sua empresa a seguir. Acompanhe!

Cultura de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal

Promover uma cultura que valorize o equilíbrio saudável entre trabalho e vida pessoal é essencial. Isso pode ser feito por meio de políticas de flexibilidade de horários, licenças remuneradas, incentivo às férias regulares e encorajamento do uso adequado do tempo de descanso.

Programas de bem-estar

Implementar programas de bem-estar no local de trabalho pode ajudar a promover a saúde física e mental dos funcionários. Isso pode incluir a oferta de atividades de exercícios físicos, aconselhamento de saúde, workshops sobre gerenciamento de estresse e promoção de hábitos saudáveis.

Suporte emocional

Disponibilizar suporte emocional aos colaboradores é fundamental para evitar o presenteísmo. Isso pode envolver a disponibilidade de programas de aconselhamento, sessões de terapia, grupos de apoio ou parcerias com profissionais da área de saúde mental.

Pesquisas de clima organizacional

Realizar pesquisas periódicas de clima organizacional pode ajudar a identificar áreas de insatisfação ou preocupação dos funcionários. Com base nos resultados, o RH pode implementar medidas para melhorar o ambiente de trabalho, fortalecer a comunicação interna e resolver problemas que possam contribuir para o presenteísmo.

Treinamentos e capacitação

Promover treinamentos e capacitação por meio de uma Universidade Corporativa pode ser benéfico para o desenvolvimento profissional dos colaboradores. Isso pode aumentar o engajamento no trabalho, melhorar as habilidades e competências dos funcionários, além de proporcionar oportunidades de crescimento e progresso na carreira.

Comunicação e engajamento

Manter uma comunicação aberta e transparente com os funcionários é essencial para prevenir o presenteísmo. O RH pode implementar estratégias de comunicação eficazes, como reuniões regulares, canais de feedback, sessões de brainstorming e reconhecimento do bom desempenho.

Lembrando que cada organização é única e as medidas adotadas devem ser adaptadas às necessidades e cultura específicas. O envolvimento dos líderes e a colaboração de toda a equipe são fundamentais para o sucesso dessas ações.

Como a Userh pode ajudar a evitar o presenteísmo?

Com as soluções de gestão de desempenho da Userh é possível acompanhar o desempenho dos funcionários, estabelecer metas claras, fornecer feedback construtivo e identificar possíveis problemas de engajamento e produtividade. Isso permite uma abordagem proativa para lidar com o presenteísmo, fornecendo suporte e orientação aos funcionários quando necessário, além de melhorar a comunicação com a equipe.

Como vimos ao longo desta leitura, ao enfrentar o presenteísmo, as organizações podem criar um ambiente de trabalho saudável e produtivo, que valorize o bem-estar dos funcionários e promova o engajamento genuíno. 

Ao investir na prevenção do presenteísmo, as empresas estão garantindo um melhor desempenho, maior satisfação dos funcionários e resultados positivos a longo prazo. Priorizar o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e fornecer um suporte adequado é fundamental para um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo.

Se você gostou deste artigo sobre o que é presenteísmo, entre em contato para conhecer as nossas soluções!

Assine nossa Newsletter

Email:
Nome: