UseRH

Veja como definir os objetivos estratégicos do setor de RH

Quando o assunto é definir objetivos estratégicos no RH, é preciso pensar na companhia como um todo. Assim, é possível tomar decisões mais acertadas e também aumentar o envolvimento dos funcionários, direcionando-os para as ações desejadas pela empresa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Quando o assunto é definir objetivos estratégicos no RH, é preciso pensar na companhia como um todo. Assim, é possível tomar decisões mais acertadas e também aumentar o envolvimento dos funcionários, direcionando-os para as ações desejadas pela empresa.

Para isso, é preciso pensar em uma série de questões, a fim de levantar as necessidades das pessoas, da organização e alinhá-las, além de buscar recursos para colocar o plano em prática.

Para ajudar você a entender como definir os objetivos estratégicos do setor de RH com eficiência, preparamos este artigo. Acompanhe!

O que são objetivos estratégicos e qual a importância de defini-los no setor de RH?

De forma prática, os objetivos estratégicos correspondem ao ato de pensar e fazer planos de uma maneira estratégica, sendo um conceito bastante utilizado na área de administração, o que engloba o RH.

Contar com objetivos estratégicos é importante porque a globalização aumentou a concorrência entre países e mercados, fazendo com que as empresas fossem obrigadas a buscar diferenciais para se destacar no mercado.

Nesse cenário, o RH estratégico atua na formulação do planejamento da companhia para que, baseado nesse plano, tenha condições de desenvolver o seu próprio planejamento focado no desenvolvimento de pessoas, fazendo com que elas entreguem os resultados desejados pelo negócio.

Isso possibilita que o setor de Recursos Humanos possa fazer o seu planejamento organizacional por meio das técnicas que norteiam o setor, como treinamento e desenvolvimento, recrutamento e seleção, avaliação de desempenho, entre outros.

Com isso, o setor de RH colabora para que as companhias ampliem a sua competitividade frente ao mercado.

Agora que você já sabe o que são objetivos estratégicos, veja, a seguir, como montar para o setor de RH da sua empresa!

1. Identifique forças e fraquezas

O primeiro passo para estabelecer os objetivos estratégicos do setor de RH é fazer uma análise dos pontos fortes e fracos da companhia. Essa visão geral do negócio dará ao gestor de RH os direcionamentos necessários para nortear as ações mais alinhadas com as necessidades da corporação.

Analisando dados concretos é possível deixar a subjetividade de lado, aumentando as chances de sucesso do plano estratégico de RH. Alguns indicadores muito utilizados para o RH estratégico são:

Indicadores empresariais: responsáveis por mensurar os resultados de alguns processos de gestão e revelam a eficácia, o desempenho e a produtividade dos colaboradores, entre outros fatores.

Indicadores operacionais: esses dizem respeito à capacidade de atração e também de manter talentos, desenvolvimento de pessoal.

Indicadores financeiros: esses correspondem ao orçamento empregado na gestão de RH, contabilizando os custos, e investimentos do departamento.

2. Antecipe-se aos problemas

Um dos grandes gargalos das gestões atuais é atuar como “apagadores de incêndio”. Você pode mudar isso ao criar o planejamento estratégico, pois ele torna possível mudar a postura reativa por condutas baseadas em planejamento, o que possibilita se antecipar aos problemas. 

Assim, mais eficiente do que procurar solucionar conflitos internos é atuar de forma estratégica, concentrando-se nas atividades do setor, previamente mapeadas, para poder agir com eficiência e no tempo certo, respeitando os colaboradores e os interesses da empresa.

Para isso, é preciso fazer o levantamento das situações que precisam ser melhoradas, sendo que o objetivo deve sempre ser o de contribuir para que a companhia alcance os seus objetivos estratégicos.

3. Estabeleça relação de parceria

O alinhamento da equipe de trabalho com todos os setores da empresa é fundamental para que haja sinergia, o que permite que os trabalhos aconteçam de forma mais fluida e também eficiente. Para isso, o setor de RH deve atuar como agente integrador, garantindo que o capital humano da empresa consiga atender às necessidades dos diferentes departamentos, dando feedback para todos os colaboradores.

4. Assuma a responsabilidade pelos colaboradores

Ao contrário da postura paternalista que muitas organizações adotam, é papel do RH conhecer o capital humano da empresa, tornando-se responsável pelo bom desempenho desses profissionais. 

Isso é possível desde que o planejamento estratégico do setor de RH consiga desenvolver iniciativas para contribuir com o desenvolvimento de seus profissionais, como implantar uma comunicação efetiva na empresa. Caso isso seja feito com êxito, é possível colher resultados cada vez mais expressivos para a companhia.

5. Invista no desenvolvimento dos profissionais

Para manter uma empresa competitiva no mercado, é preciso contar com profissionais capacitados e bem treinados, investindo no capital intelectual da empresa.

É por essa razão que investir em treinamento e outras ações de capacitação é fundamental para atualizar o conhecimento dos profissionais que já fazem parte da empresa. Assim, o planejamento estratégico da companhia ainda deve contemplar planos estruturados de aprimoramento, seleção e remuneração dos funcionários.

Ainda é preciso investir em iniciativas capazes de transformar a empresa em um ambiente que estimule a criatividade e a inovação e, para isso, é preciso investir em iniciativas de valorização de pessoas, como oportunidade de crescimento, o que também ajuda na redução do turnover.

6. Aposte no employer branding

Quando a empresa investe massivamente na sua marca empregadora, ela se torna capaz de atrair e reter os melhores talentos do mercado, o que significa mais competitividade para qualquer organização.

Além disso, os benefícios de uma marca empregadora forte se estendem também ao público externo, como clientes e acionistas, pois estes passam a criar uma percepção positiva a respeito da empresa, gerando mais valor para os produtos e serviços dela.

7. Conte com a tecnologia

O RH 4.0 já é uma realidade em grande parte das organizações, por isso, incluir o uso de ferramentas tecnológicas no plano de desenvolvimento estratégico do RH é fundamental. 

Com o uso de plataformas de RH, por exemplo, já é possível otimizar a gestão de desempenho e performance, e acompanhar mais de perto o desenvolvimento do colaborador, medir o clima organizacional e avaliar competências técnicas e comportamentais.

Também já é possível treinar colaboradores a distância, aplicando estratégias de gamificação e usar automação em diversas etapas. A visualização de dados e medição de indicadores também é facilitada nessas plataformas, o que contribui para tomadas de decisões assertivas. 

Atualmente, a UseRH oferece soluções para todas essas demandas e muito mais, por meio dos módulos de Avaliações e Universidade Corporativa.

Como vimos ao longo desta leitura, como definir objetivos estratégicos do setor de RH requer entender quais são as forças e fraquezas da organização, investir no desenvolvimento de pessoas, contar com a ajuda da tecnologia, entre outras ações. Todas as atividades devem acontecer de acordo com a necessidade da organização e podem ser revistas periodicamente, a fim de manter a empresa competitiva.

Se você gostou deste artigo sobre como definir objetivos estratégicos do setor de RH, confira também este sobre gestão estratégica!

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Assine nossa Newsletter

Email:
Nome: